Logo - Sesc Pantanal Estância Ecológica

Institutional

Notícias

Você sabe o que é uma RPPN?

24/02/2017
Fonte: Comunicação
Foto: Divulgação

A maior RPPN do Brasil é a RPPN Sesc Pantanal, mantida pelo Sesc há 20 anos! A Unidade possui 108 mil hectares e já recebeu cerca de 170 pesquisadores do Brasil e outros países, gerando cerca de 130 publicações científicas apoiadas pelo Sesc. Conheça alguns resultados:

. Em 1998, na aquisição da área pelo Sesc, foram encontradas apenas 18 Arara-azuis. Após intenso trabalho de proteção e manejo da Reserva, hoje são contabilizadas cerca de 450 Araras-azuis.
. Desde 2010, foi avistada no entorno da Reserva o Gavião-real (Harpia harpyja), uma das maiores e mais fortes águias do mundo. Esta ocorrência foi registrada como o primeiro avistamento da espécie no Pantanal, a partir da qual tem sido feito o monitoramento anual da espécie.
. Vale dizer que a presença da RPPN Sesc Pantanal no município de Barão de Melgaço contribui ainda como fonte de recursos financeiros ao município, o chamado ICMS-Ecológico, uma forma de estimular iniciativas de conservação da natureza aos gestores públicos.

Mas você sabe o que é uma RPPN?
RPPN é a abreviação de Reserva Particular do Patrimônio Natural, um tipo de unidade de conservação da natureza que tem como objetivo a proteção da biodiversidade em uma área privada por meio de atividades de monitoramento, pesquisa científica e educação ambiental. É uma iniciativa voluntária que o proprietário de terras pode adotar, desde que possua em sua área condições favoráveis à biodiversidade. Ao transformar a propriedade em RPPN, fica estabelecido o compromisso com o cuidado dos ecossistemas em regime integral e perpétuo.

Qual a importância das RPPNs?
As RPPNs são importantes porque propiciam a realização de estudos, educação ambiental, atividades de lazer e turismo ecológico, promovendo benefícios tanto para as populações locais, gerando ocupação e renda, quanto para a humanidade, por amenizar efeitos das mudanças climáticas, purificar o ar e as águas e proteger a fauna silvestre dos riscos de extinção.

Outras Notícias

Mais Notícias