Logo - Sesc Pantanal Estância Ecológica

Institutional

Notícias

Sesc Pantanal e INAU/CPP promoveram debate sobre a proteção das Áreas Úmidas

24/02/2017
Fonte: Comunicação
Foto: Divulgação

Em comemoração ao Dia Mundial das Áreas Úmidas, celebrado no dia 2 de fevereiro, o Sesc Pantanal em parceria com o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia nas Áreas Úmidas e Centro de Pesquisa do Pantanal (INAU/CPP) promoveram o debate sobre a importância dessas áreas para a proteção da biodiversidade. O evento é também uma das ações em comemoração aos 20 anos de criação do Sesc Pantanal. Além das palestras e mesas-redondas, uma exposição sobre o assunto está em cartaz no Sesc Poconé.

A Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN Sesc Pantanal foi a primeira reserva privada no Brasil designada como Sítio Ramsar, em 06 de dezembro de 2002. Instrumento que reconhece a atuação em áreas úmidas importantes de todo o mundo. “A valorização da RPPN Sesc Pantanal e sua designação como Sítio Ramsar significa o fortalecimento dos esforços de conservação dos ecossistemas pantaneiros que a RPPN reúne. É a maior reserva natural privada do país (108 mil hectares), com relevante biodiversidade, e, ao mesmo tempo, a RPPN também é um território inserido no contexto social, cultural e econômico local, com desafios complexos para o seu manejo e gestão. Desta forma, integrar a Lista de Ramsar tem sido fundamental para respaldar este processo, para alcançar objetivos alinhados aos princípios da Convenção e manter uma ação inovadora e modelar às outras unidades de conservação. No âmbito mais prático, considerando ainda que a RPPN Sesc Pantanal é o Sítio Ramsar representante dos outros 12 Sítios brasileiros, compor o Comitê Nacional de Zonas Úmidas tem sido uma oportunidade de acompanhar os avanços das políticas desta iniciativa, bem como uma possibilidade de apresentar as demandas dos Sítios Ramsar brasileiros, de forma a garantir a efetividade deste status por meio de ações concretas de proteção das áreas úmidas.”, explica Cristina Cuiabália, Gerente de Pesquisa e Meio Ambiente do Sesc Pantanal.

O Pantanal Mato-grossense é considerado a maior Área Úmida do planeta. E mesmo estando vivenciando a era da fotografia digital, durante a programação nesta quinta-feira (2), será ministrada oficina para jovens da cidade de Poconé com a técnica Pinhole. Para isso, serão confeccionadas câmeras fotográficas artesanalmente que funcionam de verdade. Por meio delas, as imagens são obtidas sem que seja necessário utilizar lentes. As imagens são registradas em material que é sensibilizado pela luz. Após a confecção das máquinas, os adolescentes vão percorrer trilhas do Parque Sesc Baía das Pedras para registrar a flora e a fauna pantaneira. Após a revelação, serão selecionadas para uma exposição fotográfica na Unidade Sesc Poconé. As fotografias também podem ser inscritas no Concurso Mundial de Fotos para Juventude, que tem como tema Áreas Úmidas.

Outras Notícias

Mais Notícias